Refugiado sírio processa o Facebook por ligação de notícias falsas à sua imagem

Um refugiado sírio está processando o Facebook pela utilização de uma foto sua em diversas notícias falsas replicadas na plataforma. Anas Modamani alega que a imagem abaixo, que retrata uma selfie feita por ele com a chanceler alemã, Angela Merkel, está sendo usada para vinculá-lo a ataques terroristas e divulgar inverdades sobre o assunto.

O pedido de Modamani é que o Facebook apague todas as notícias que usem sua imagem sem permissão. A rede social já retirou algumas reportagens do ar, mas, segundo o refugiado, a medida não foi suficiente para resolver o problema.

“Não acreditamos que esse processo seja necessário ou a maneira mais eficaz de resolver o problema”, explica a empresa, destacando que bloqueou o acesso às fotos do usuário no site.

Facebook x Alemanha

A empresa de Zuckerberg tem enfrentado críticas em território alemão pela expansão de notícias falsas em sua plataforma. O governo do país propôs uma lei que multa empresas que não as retiram do ar – o que ajudou a fazer com que a companhia adotasse medidas mais enérgicas para resolver o problema.

Fonte: Olhar Digital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s