MacBooks de 2009 e 2011 perderão suporte da Apple em dezembro; entenda

A partir de 31 de dezembro, algumas versões dos MacBook Pro, MacBook Air e Mac Mini serão classificadas pela Apple como obsoletas e deixarão de ter acesso ao suporte técnico oficial da marca em caso de necessidade de reparos. Os produtos afetados são os MacBooks Pro de 15 e 17 polegadas do começo de 2011, que ganham o status “vintage” do ponto de vista da Apple, além dos Mac Mini da metade de 2009 e MacBooks Air de 13 polegadas lançados na primeira parte de 2009, que entram na classificação de obsoletos: ou seja, sem suporte técnico oficial garantido pela fabricante.

1.png

A política da Apple é um pouco complicada e passa por estágios. Há o período em que determinados equipamentos são considerados “vintage” antes de migrarem para o status de descontinuados, que significa total obsolência e ausência de suporte. No caso dos produtos anunciados, os MacBooks de 2011 entram no estágio “vintage”, enquanto que os computadores de 2009 passam a ser tidos como obsoletos.

O status “vintage” é aplicado a equipamentos fabricados entre cinco e sete anos atrás, o que significa que esses produtos não possuem mais peças novas fabricadas e que o suporte garantido a eles pode variar de acordo com a região. Máquinas compradas na Turquia e na Califórnia, por exemplo, podem obter suporte nessas regiões por mais tempo.

2.png

A definição de obsoleto é mais clara: significa que o computador em questão não possui mais suporte técnico de natureza alguma, ao menos oferecido pela Apple. Quem usa computadores afetados por essa realidade, normalmente com fabricação encerrada há mais de sete anos, precisa utilizar serviços de assistência técnica de terceiros.

3.png

A definição de obsoleto é mais clara: significa que o computador em questão não possui mais suporte técnico de natureza alguma, ao menos oferecido pela Apple. Quem usa computadores afetados por essa realidade, normalmente com fabricação encerrada há mais de sete anos, precisa utilizar serviços de assistência técnica de terceiros.4.png

Em  relação ao Mac Mini, a versão do começo de 2009 do computador tinha hardware em torno dos antigos processadores Core 2 Duo da Intel, hoje bastante defasados. Atualmente, a Apple vende no país o Mac Mini em três versões: a mais barata, com Core i5 de 1.4 GHz e 4 GB de RAM, sai por R$ 3.849 na loja oficial da marca. O pacote mais caro, com Core i5 de 2.8 GHz, 8 GB de RAM e GPU Iris da Intel, fica por R$ 7.349.

Se os preços assustam, o consumidor pode considerar migrar para o Windows/Linux, investindo nos ultratops Intel Nuc, Gigabyte Brix e MSI Cubi, disponíveis no mercado brasileiro atualmente e em maior variedade de pacotes e preços.

5.png

Em  relação ao MacBook Air, a busca por um substituto novo é mais difícil: os laptops da Apple são opções interessantes, mas podem sair bem caro. No momento, a Apple comercializa no Brasil o MacBook Air de 13 polegadas em duas versões, ambas com o mesmo i5 de 1.6 GHz: a mais barata, com SSD de 128 GB, sai por R$ 7.499, enquanto que a mais cara, com disco de 256 GB, fica em R$ 8.899. Quem quiser ficar mais em dia com as linhas da Apple pode considerar o novo MacBook, que tem tela de 12 polegadas, mas sai por R$ 9.799.

Com relação a opções com Windows, a busca continua difícil, já que notebooks com o mesmo perfil ultrafino, com alta autonomia e acabamento de qualidade custam caro no Brasil. Em todo caso, as melhores opções do momento dentro dessas características são o Dell XPS 13, a partir de R$ 8.197; Lenovo ThinkPad X1 Yoga, a partir de R$ 10.989 ou o Acer Switch Alpha, com preços que começam nos R$ 5.700.

MacBooks Pro de 15 e 17 polegadas

Em relação aos MacBooks Pro afetados, ambos contam com variações dos processadores Sandy Bridge (ou de segunda geração da Intel). Atualmente, esses chips já demonstram sinais da idade para tarefas mais pesadas.

6

Em  termos de computadores que podem substituir essas máquinas, a busca fica um pouco mais difícil no mercado brasileiro. Os MacBook Pros atuais da Apple não contam mais com versões de 17 polegadas e as opções de 15 são bem caras: a versão mais barata sai por R$ 18.499 e conta com i7 quad-core, 16 GB de RAM DDR3, Radeon Pro 450 e SSD de 256 GB. Para levar um MacBook Pro de 15 polegadas com 512 GB de espaço em disco e Radeon Pro 455 para casa o preço sobe para R$ 21.299.

Em termos de PCs, os notebooks top de linha no mercado brasileiro com alguma aspiração de serem opções aos MacBooks Pro acabam sendo quase os mesmos da lista referente ao MacBook Air, com destaque sobretudo para o Dell XPS 13 e o Lenovo ThinkPad X1 Yoga.

Fonte: Techtudo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s